Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chave Mestra

Chave Mestra

Barack Obama apropriou-se dos lucros de bancos de crédito à habitação para pobres para impedir colapso total do sistema de saúde que criou, contra ordem judicial e sem aprovação do Congresso

Barack Obama apropriou-se dos lucros de bancos de

 

Impedido pelo Congresso de ir ao bolsos dos contribuintes, o anterior presidente dos EUA alterou unilateralmente um acordo de 2008 para em 2012 começar a ir aos bolsos dos investidores privados nos bancos de crédito à habitação para pobres Freddie Mac e Fannie Mae, que foi salvo e apropriado em 79% pelo governo americano na crise de 2008.

 

Obama apoderou-se de todos os seus lucros desde então e, contra uma ordem judicial de 2016, pagou às seguradoras 130 mil milhões de dólares em subsídios do sistema de compra obrigatória de seguro de saúde que criou de maneira a impedir o seu colapso devido ao insustentável aumento dos preços que se seguiu pouco depois da sua implementação.

 

A notícia foi dada pelo jornalista de investigação Jerome Corsi após ter recebido várias denúncias de consultores em Washington D.C. sobre processos judiciais em curso que o levaram a investigar o caso.

 

Os bancos Freddie Mac e Fannie Mae são dois dos maiores bancos de crédito à habitação nos EUA, agora direccionados a dar crédito a pessoas pobres, que na sequência da crise de 2008 presumivelmente perderam uma grande quantidade de dinheiro e o governo americano injectou neles 187 mil milhões de dólares na forma de Bilhetes do Tesouro dos EUA (títulos comprados por entidades privadas que cobrem a dívida do país por um determinado espaço de tempo), ficando os bancos sob o controlo do governo americano mas com investimento privado através dos Bilhetes do Tesouro e de 21% das acções, com a promessa de o governo pagar 10% de dividendos aos investidores quando os bancos começassem a gerar lucro.

 

Barack Obama decidiu em 2012, sem autorização do Congresso, apropriar-se de todos os lucros das acções dos dois bancos (dividendos) até hoje num valôr superior a 240 mil milhões de dólares, retirando liquidez aos dois bancos e assim expondo os mercados internacionais da bolsa de valores a uma crise semelhante à de 2008, deixando muitas pessoas pobres em risco de perderam as suas casas e defraudando os investidores privados nos dois bancos dos seus lucros, e utilizou o dinheiro ilegalmente para cobrir o desfalque do falido sistema de saúde obrigatório, segundo o jornalista e especialista em economia e finanças Dr. Jerome Corsi com base nos processos judiciais que descobriu e documentos do Congresso.

 

O Dr. Jerome Corsi foi o jornalista de investigação que expôs a lavagem de dinheiro do banco HSBC, um dos maiores do mundo, que levou o banco a pagar uma multa de 9 mil milhões de dólares.

 

Um tribunal federal ainda está por decidir se a apropriação dos lucros dos bancos Fannie Mae e Freddie Mac para serem injectados no sistema de saúde é ou não constitucional, sendo a interpretação de como classificar os lucros desses bancos um factor decisivo, porque dependendo dessa classificação pode ou não ser necessário a aprovação do Congresso, algo que Obama nunca obteve e que se esforçou em dar a volta.