Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chave Mestra

Chave Mestra

Donald Trump lança guerra nunca antes vista ás redes de pedofilia - comunicação social ignora

Donald Trump lança guerra ás redes de pedofilia

 

Desde que Donald Trump tomou posse como presidente dos EUA a 20 de Janeiro, já foram feitas mais de 2500 detenções relacionadas com abuso sexual de menores e redes de tráfico de menores, com centenas de crianças a serem resgatadas de masmorras ou outro tipo de prisão.

 

Segundo várias fontes oficiais da organização de jornalismo independente Infowars, e fontes de convidados regulares do seu programa de rádio/televisão/internet como Coronel Tony Shaffer (15 de Março), investigador profissional Doug Hagmann (6 de Fevereiro) e ex-agente da CIA Robert David Steele (16 de Fevereiro), os detido não são meros pedófilos mas sim sequestradores que fornecem crianças ás elites para abusos sexuais, tortura e rituais satânicos, o que regularmente resulta na subsequente chantagem de figuras políticas.

 

Algumas destas fontes e profissionais acreditam que as detenções estão a acontecer agora com Trump como presidente porque as anteriores administrações da Casa Branca estavam de certa maneira envolvidas com as redes de pedofilia.

 

Segundo o ex-agente da CIA Robert David Steele, até o líder do Partido Republicano Reince Priebus, que Donal Trump escolheu para seu Chefe de Pessoal para tentar obter votos de Republicanos anti-Trump no Congresso para conseguir passar leis que prometeu aos seus eleitores, está directamente envolvido nas redes de pedofilia que estão agora a começar a ser desmanteladas por todo o país:

 

"Priebus é, entre outras coisas, um fornecedor e encobridor de pedofilia. Dennis Hastert (político americano recentemente condenado por pedofilia) é apenas o princípio. Eu absolutamente garanto-te que Julian Assange (líder da Wikileaks - organização que expõe criminalidade em governos com a publicação de documentos oficiais) vai derrubar o Partido Republicano e o Reince Priebus especificamente."

 

"Eu tenho há mais de uma década trabalhado com um número de pessoas na área da pedofilia como sendo um privilégio das elites. Para os Democratas é na verdade um gosto adquirido. John Podesta (ex-Chefe de Pessoal de Barack Obama e Director de Campanha de Hillary Clinton) é um pedófilo "leve". Os Republicanos e a elite bancária são os que tornaram isto numa coisa grande. Existem restaurantes sauditas em Washington D.C. com caves onde se pode pedir crianças a partir da ementa. Isto é o que me disseram."

 

"A chamada telefónica de Flynn (ex-Conselheiro do Presidente Trump que se demitiu recentemente por supostamente não ter informado inteiramente o Vice-Presidente dos EUA Mike Pence sobre uma chamada telefónica com o Embaixador da Rússia) incluiu, e isto é informação privilegiada, a chamada telefónica de Flynn incluiu uma conversa sobre uma lista de pedófilos de alto perfil nos Estados Unidos, um dos quais é o melhor amigo de Mike Pence. E Flynn não contou a Pence."