Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chave Mestra

Chave Mestra

Erika Nunes e Dinheiro Vivo mentem que produtos da filha de Donald Trump não vendem

erika nunes.png

 

Apenas atribuindo credibilidade ás declarações de lojas anti-Trump, que dizem que os produtos têm vendido menos, e retirando credibilidade à palavra dos representantes da marca de Ivanka trump, que dizem que os produtos têm vendido mais, a "jornalista" Erika Nunes escreveu um artigo para o Dinheiro Vivo no dia 22 de Fevereiro com o título "A verdade é esta: os produtos de Ivanka Trump não vendem.".

 

Desde que a comunicação social e organizações activistas (muitos delas financiadas pelo admitido colaborador Nazi George Soros) começaram a pressionar lojas para deixarem de vender produtos da filha de Donald Trump, as vendas destes produtos só têm aumentado, mas comunicação social em geral tem tentado fazer passar a imagem de que o oposto está a acontecer, recorrendo a mentiras e desinformação, ao mesmo tempo que admite que as vendas estão a aumentar, desde a CNN à BBC, organizações que constantemente mentem e desinformam para tentar criar uma má imagem de Donald Trump.

 

Desta vez é a "jornalista" Erika Nunes que escreve no seu artigo para o Dinheiro Vivo que os produtos de Ivanka Trump estão a vender menos, ignorando todos os números que mostram as vendas a subir.

 

Erika Nunes tenta também defender que a decisão destas lojas de deixarem de vender os produtos de Ivanka não é motivada por política, aceitando a palavra das lojas anti-Trump sem nenhum cepticismo, nem mesmo quando as lojas começaram a deixar de vender os produtos assim que Trump se tornou um sério candidato ás presidenciais.

 

Sem referir provas que sustentem tal decisão, a "jornalista" Erika Nunes escolheu utilizar o título mentiroso "A verdade é esta: os produtos de Ivanka Trump não vendem." para o seu artigo, sabendo que a maioria das pessoas apenas lê os títulos dos artigos e é a partir destes que cria a sua percepção da realidade.