Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chave Mestra

Chave Mestra

Expresso e Joana Azevedo Viana querem-nos completamente cegos sobre a política comercial dos EUA e o que é a globalização

Expresso e Joana Azevedo Viana querem-nos completa

 

A "jornalista" Joana Azevedo Viana escreveu todo o seu artigo de hoje "Trump prepara guerra comercial global antes da cimeira do G20" baseado em informações vindas de fontes anónimas da Axios que supostamente estiveram presentes numa recente reunião da administração de Donald Trump sobre a política comercial dos EUA, na véspera do encontro entre os 20 países mais ricos do mundos, G20.

 

Joana Azevedo Viana menciona que Trump quer criar tarifas de 20% sobre produtos importados pelos EUA vindos dos seus maiores parceiros comerciais, mas não menciona que esses parceiros impõem tarifas superiores a produtos vindos dos EUA e que esses parceiros comerciais têm tido lucros enormes com as trocas comerciais com os EUA enquanto os EUA têm tido prejuízos enormes.

 

Joana Azevedo Viana menciona que apenas 3 pessoas presentes na reunião são a favôr do aumento ou aplicação de tarifas sobre produtos importados pelos EUA, e que 22 são contra. Não menciona que os 3 que são a favôr são os únicos que Trump realmente quer na sua administração, e que os restantes foram nomeados como medida de recurso já que as pessoas que Trump realmente quer estão constantemente a ser bloqueadas de entrar na sua administração por pessoas que não lhe são leais e que são responsáveis pela atribuição de credenciais de segurança.

 

Joana Azevedo Viana menciona que as pessoas que se opõem ás tarifas que Trump quer aplicar são favoráveis à globalização, mas não menciona que a globalização a que se refere é o controlo da economia pelos maiores bancos e empresas multinacionais do mundo através de regras e leis desniveladas a seu favor impostas por tratados comerciais, escritos por essas mesmas corporações em segredo (Parceria Trans-Pacífico e Parceria de Comércio e Investimento Trans-Atlântico), que retiram o poder dos cidadãos e passam-no para os grandes bancos e multinacionais.

 

A "jornalista" tenta ainda criar a percepção de que Trump é falso e quer enganar os seus apoiantes ao escrever o seguinte:

 

"Uma das fontes citadas diz que Trump assumiu que é provável que o seu plano não avance mas que os seus apoiantes vão "adorar a ideia" e "tirar gozo" das batalhas que estas medidas anteveem."

 

Esta tentativa por parte da "jornalista" é feita apesar de Trump ter cumprido com um número impressionante das suas promessas eleitorais em apenas 5 meses, e apesar de certamente ter cumprido com mais promessas nesses 5 meses do que a maioria dos presidentes cumpre durante a totalidade dos seus mandatos.