Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chave Mestra

Chave Mestra

"Jornalista" José Fialho Gouveia mente e desinforma repetidamente para criar imagem negativa de Donald Trump

Jornalista José Fialho Gouveia mente e desinforma

 

O "jornalista" José Fialho Gouveia escreveu um artigo no dia 20 para o Diário de Notícias com o título "Trump prometeu que seria Trump e há um mês que está a cumprir" onde acusa Trump de "fazer alusão a um qualquer atentado terrorista de que nunca houve notícia" durante o seu recente comício, algo que é uma completa mentira já que foi a comunicação social e outros inimigos de Trump, como José Fialho Gouveia e o Diário de Notícias, que decidiram fazer essa alusão com a intenção de continuar a denegrir a imagem de Trump.

 

Este "jornalista" também inventa a citação de Trump "o que se passou na Suécia na noite passada" quando o que Trump disse foi "Vejam o que aconteceu a noite passada na Suécia.", descendo tão baixo ao ponto de alterar as palavras da pessoa que está a tentar desesperadamente retratar como sendo mentiroso e incompetente.

 

As mentiras e tentativas de desinformar e manipular a percepção dos portugueses por parte deste "jornalista" são múltiplas ao longo do seu artigo como provam os 3 seguintes exemplos:

 

Escreve sobre Trump "Assina ordem executiva para retirar o país da parceria transpacífico, um acordo comercial com outros 11 países." quando a Parceria Trans-Pacífico é um tratado (lei).

 

Escreve "Donald Trump proíbe a entrada nos EUA de cidadãos de sete países muçulmanos" sem referir que esses 7 países foram considerados pelo Congresso e por Obama como países de risco elevado de terrorismo, que Trump estava a executar uma lei já existente mas que Obama nunca executou, e que a proibição é temporária (90 dias) para dar tempo a que um sistema eficaz de verificação de pessoas esteja pronto.

 

Escreve "Juiz James Robart decreta a suspensão a nível nacional da ordem de proibição de entrada de muçulmanos" quando a proibição não foi feita a muçulmanos mas a países com elevado risco de terrorismo e é temporária.

 

Trump prometeu que seria Trump e há um mês que e

Trump prometeu que seria Trump e há um mês que e

Trump prometeu que seria Trump e há um mês que e