Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chave Mestra

Chave Mestra

Notícias ao Minuto e Lusa recorrem a mentiras sobre o aquecimento global para nos manipular em apoiar transferência de riqueza da população mundial para as elites multi-milionárias

Gelo do Ártico só se salva se aquecimento global

 

No artigo publicado a 7 de Março pelo Notícias ao Minuto, a Lusa mente-nos do principio ao fim em relação ás temperaturas do planeta, ás previsões, à quantidade de gelo no planeta e ao número de ursos polares que nele habitam.

 

Enquanto a comunicação social portuguesa tem ignorado completamente os escândalos Climategate e Climategate 2, em que foi exposto que cientistas têm manipulado os dados das temperaturas e os modelos de previsão de forma a fazer crer que a emissão de dióxido de carbono pela actividade humana é a principal responsável pelas mudanças climáticas, a comunicação social tem ao mesmo tempo recorrido a mentiras e desinformação para nos fazer acreditar que existe um consenso na comunidade científica e que a única solução é pagar 10 biliões de dólares durante os próximos 10 anos a uma instituição privada e independente governada por elites que não têm que prestar contas à população mundial.

 

O artigo recorre a temperaturas captadas pela NOAA, agência americana que foi recentemente apanhada no escândalo Climategate 2 a manipular as temperaturas, e diz-nos que o gelo do Árctico está diminuir mas ignora que imagens de satélite da NASA têm mostrado a Antárctida a crescer e a bater recordes.

 

O artigo refere também que a população de ursos polares está em declínio quando está em expansão e no seu máximo desde há 40 anos segundo recentes estudos, e termina referindo que um modelo diz que se continuar-mos com as mesmas emissões de dióxido de carbono vamos ter um aumento de 3 graus no final do século, quando o Climategate e o Climategate 2 provam como as temperaturas utilizadas pelos modelos têm sido manipuladas, os próprios modelos têm sido manipulados, e mais de 90% dos modelos já foram provados ser incorrectos.

 

Os mesmos líderes políticos e elites que têm tentado à força criar a percepção de que a actividade humana está a aquecer o planeta em demasia e que temos que pagar 10 biliões de dólares para o salvar, são as mesmas pessoas que vão lucrar com essa transferência de riqueza, ao mesmo tempo que impedem países do 3º mundo de se industrializarem devido aos custos insuportáveis das energias alternativas, que por sua vez serão subsidiadas pelos países do 1º mundo, o que irá estagnar a economia desses países e criar ainda mais dívida sobre a que já existe e que é impagável segundo muitos peritos.

 

Alguns dos accionistas dos centros de câmbio de carbono, por onde serão afunilados os 10 biliões de dólares, são as mesmas pessoas que têm impulsionado o movimento para taxar as emissões de dióxido de carbono durante décadas, como Al Gore, Barack Obama, Bill Gates, e muitos outros multi-milionários e membros das elites políticas e financeiras.

 

O banco de ideias Clube de Roma, do qual o dono da TVI, Nicolas Berggruen, faz parte, é uma instituição conhecida por criar ideias políticas sobre o ambiente que mais tarde são adoptadas pelos países membros da Organização das Nações Unidas, da qual Portugal faz parte, já que o Clube de Roma é um consultor das Nações Unidas.

 

Num excerto de uma das suas publicações de 1990 “A Primeira Revolução Global”, página 75, lê-se:

 

“O inimigo comum da humanidade é o Homem. Na busca por um novo inimigo para nos unir, nós tivemos a ideia de que a poluição, a ameaça do aquecimento global, a escassez de água, a fome e outros tais exemplos serviriam esse propósito. Todos estes perigos são causados por intervenção humana, e é apenas através da mudança de atitudes e comportamentos que podem ser superados. O verdadeiro inimigo é então a própria humanidade.”

 

Edward Snowden, antigo analista da NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA), desertou há poucos anos da agência levando consigo documentos oficiais para a Rússia, país para onde escolheu ir para não ser deportado para os EUA onde seria julgado como traidor por ter revelado como a NSA tem estado a espiar toda a população mundial criminosamente.

 

Snowden disse numa recente entrevista à Tribuna Moscovita que tem documentos que provam que a CIA (agência de serviços de informação dos EUA) deliberadamente orquestrou o mito do aquecimento global nos anos 50 com o objectivo de desviar a atenção da comunidade científica dos perigos da corrida ás armas nucleares da altura, e para solidificar o seu controlo sobre as instituições de pesquisa científica.

 

“Tenho documentos que mostram que a CIA inventou tudo isto,”

“O aquecimento global foi inventado para assustar as pessoas, e também para as distrair de outros perigos como as armas nucleares.”

“A CIA deu milhões de dólares a qualquer cientista que confirmasse a teoria, muitos cientistas sem escrúpulos fizeram o que lhes foi mandado para receber o dinheiro. Hoje existe tanta informação falsa para confirmar que o aquecimento global “existe”, que já convenceram toda a gente que é real.”